Como melhorar o planejamento estratégico da sua empresa?


Tomar a decisão certa com base em informações reais, confiáveis e organizadas garante que a empresa aloque esforços em ações que levem a resultados. Para que isto seja concretizado, é preciso um bom planejamento estratégico, que envolve um olhar micro e macro sobre a empresa, ou seja, ponto de vista interno e externo.

Para todo empreendedor que deseja alçar longos voos, entender o funcionamento do seu negócio é um dos primeiros passos para conquistar o sucesso. Assim como o próprio nome indica, planejar estratégias requer informações adequadas e conhecimento do mercado, garantindo que as decisões sejam integradas com a visão de futuro da empresa.

Antes de ser colocado em prática, o planejamento estratégico precisa estar delineado no papel e ter muito bem definido qual é a missão, a visão e os valores do negócio. Esta definição é o ponto de partida para empresas que querem estabelecer a direção estratégica da empresa e possam conhecer qual o papel do seu negócio frente a sociedade e sobre o futuro do empreendimento.

Para alcançar a tão sonhada longevidade de mercado e transformar ideias em resultados, algumas ferramentas passaram a ser úteis na hora de definir um bom planejamento estratégico. Pensando nisso, reunimos 3 dicas fundamentais que as empresas podem utilizar para melhorar o processo de planejamento. Preparado? Vamos lá então!

Faça a análise SWOT

A sigla SWOT deriva do inglês (não sendo traduzida para o português) e representa quatro palavras:

  • S (Strengths) – Forças

  • W (Weaknesses) – Fraquezas

  • O (Oppotunities) – Oportunidades

  • T (Threats) – Ameaças

A análise SWOT é indicada para empresas de todos os portes e segmentos, levando em consideração as Forças e Fraquezas do ambiente interno da organização, enquanto que as Oportunidades e Ameaças do lado externo exigem maior atenção. Conhecendo estes pontos, o empreendedor poderá traçar um plano de ação para reduzir os riscos e aumentar a produtividade. O uso da ferramenta Matriz SWOT possibilita que o gestor defina metas individuais e possa interligar às estratégias.

Estabeleça um plano

Com as informações da análise SWOT em mãos é possível traçar as metas, focar nos objetos e não se perder nos indicadores de mercado — alinhando os esforços de crescimento à estratégia da empresa. A partir do momento que o gestor tem um panorama da empresa o plano pode ser então definido. O planejamento pode ser dividido em níveis, que facilitarão para que as ações possam ser estendidas para toda a empresa, em setores como o estratégico, tático e operacional.

A organização das informações e a definição de um plano garantem que os recursos sejam devidamente alocados e o orçamento financeiro possa cobrir todas as ações para alcançar o resultado esperado.

Um dos grandes gargalos para muitas empresas está no custo de logística. Para gestores, a geolocalização passa a ser uma excelente solução. Nenhum empreendimento resiste a falta de planejamento, principalmente, quando os custos superam as receitas. Localizar os pontos de vendas, mapear estratégias eficientes de logística e diminuir ou mesmo eliminar os gastos excessivos de operação estão entre as necessidades de toda empresa.

A geolocalização vem para suprir esta deficiência e agregar ao planejamento das ações o que faltava — integração de dados, cruzamento das informações e comparação com a concorrência, alcançando os melhores resultados e aumentando a produtividade.

Formule uma estratégia

Todo planejamento exige que cada passo seja devidamente estabelecido e que as pessoas envolvidas tenham conhecimento e saibam da importância do seu cumprimento. No entanto, estabelecer metas não significa implementar uma gestão estratégica militar, requer uma postura de liderança para que as ações possam ser efetivamente colocadas em prática.

Muito além de colocar no papel as estratégias, a integração com os colaboradores na implementação está entre os passos de sucesso no processo, o que facilita para que os objetivos sejam alcançados mais facilmente.

Muitos empreendedores utilizam a Matriz BCG para montar planejamentos estratégicos ou até mesmo posturas de vendas mais eficientes e gestão de marcas. A ferramenta vem de encontro as necessidades de análise periódica do ciclo de vida de produtos ou serviços existentes, avaliando a melhoria da oferta e gerando assim maiores vendas.

Que tal complementar sua leitura conhecendo os principais erros e desafios da área de logística?

 

Bruna Costa
About me

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.