5 pontos para prestar atenção em segurança de cargas


O transporte logístico deve considerar diversos aspectos em seu planejamento. Um dos mais importantes é a segurança de cargas conduzidas, pois é essencial garantir que a mercadoria chegará de forma completa ao seu destino — principalmente no Brasil, onde muitas estradas e rodovias são perigosas e mal conservadas.

Afinal, é a integridade das entregas que garante que o serviço será pago e que a empresa vai manter sua boa reputação. O incremento na segurança logística pode ser executado de diversas formas.

Neste artigo, falamos sobre algumas das melhores maneiras de manter os fretes seguros e, paralelamente, cumprir os prazos predefinidos. Confira a seguir:

1. Treinamento

Um das formas mais simples de aumentar a segurança do material transportado é treinar adequadamente os motoristas. Assim, eles saberão lidar com situações adversas de forma a evitar danos e prejuízos, tanto para a empresa quanto para a carga transportada.

Palestras de conscientização contribuem para a prevenção de acidentes e treinamentos ajudam os profissionais a lidar com situações extremas (como assaltos) com tranquilidade. Além de garantir a segurança de cargas, esse tipo de treinamento assegura a integridade do caminhão e do próprio motorista.

Quando é bem treinado, o motorista pode praticar a direção defensiva para prevenir acidentes e falhas mecânicas, diminuir o consumo de combustível e o desgaste de peças e pneus, bem como evitar multas. Essa atitude diminui os desperdícios e os prejuízos.

2. Seguro de carga

O seguro de carga serve para prevenir os prejuízos que a mercadoria venha a sofrer. Ele pode ser contratado pelo comprador da carga, pelo vendedor da mercadoria ou pela empresa de logística. O objetivo é garantir a entrega do produto em segurança ou o ressarcimento total em caso de danos, roubos ou acidentes.

Cada seguro tem suas próprias coberturas. A responsabilidade pela escolha das cláusulas do contrato e pelos serviços incluídos no serviço é da empresa contratante.

3. Manutenção

Os veículos usados para o transporte devem passar por revisões e manutenções periódicas. Ao reduzirem a probabilidade de quebra durante o percurso, as manutenções evitam que os caminhões fiquem parados nas estradas e estejam suscetíveis a roubos ou assaltos.

É essencial, ainda, que os limites do veículo sejam respeitados. Ultrapassá-los coloca em risco tanto a carga quanto o motorista e seu caminhão, pois há muito esforço dos componentes que pode levar à quebra de peças (transmissão, suspensão, eixos e outras), ao superaquecimento do motor e à perda de eficiência dos freios.

4. Monitoramento

Um sistema de monitoramento via satélite permite acompanhar a localização e as paradas dos veículos da frota, de forma a evitar atrasos e extravios. As chances de roubo, então, são reduzidas e o trabalho dos motoristas pode ser acompanhado para verificar se as rotas e as velocidades determinadas estão sendo seguidas. E o melhor: todo o processo é acompanhado até a confirmação da entrega do produto.

5. Roteirização

Além de melhorar o desempenho da viagem, o planejamento da rota ajuda o motorista a evitar áreas de risco, pistas mal conservadas e trechos sem locais seguros para parada. Além disso, é possível se informar sobre a confiabilidade de postos de combustível, oficinas e estacionamentos ao longo do caminho.

Durante o percurso, o responsável pelo roteiro pode acompanhar a viagem. Assim, todo problema que surgir, em qualquer lugar e horário, pode ser monitorado para que as providências sejam tomadas rapidamente e o veículo, localizado com agilidade.

Como você tem lidado com a segurança de cargas que a sua empresa transporta? Entre em contato com a gente para conhecer nossas soluções de roteirização e saber como elas podem tornar seu processo logístico mais seguro.

andrezza.vieira
About me

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.