Como garantir o prazo de entrega no e-commerce?


O prazo de entrega no e-commerce é, ainda hoje, um dos maiores desafios das lojas virtuais. As complexidades do processo logístico ainda são muito discutidas pelos especialistas, que se desdobram continuamente para implantar um sistema eficiente de entrega.

Afinal, ele se tornou essencial para empresas que querem ter clientes fiéis. Esses consumidores aceitam pagar mais caro pela segurança de receber o que pediram na data prometida. Isso prova que a logística é um dos pilares da fidelização.

É ela que cuida do controle, do armazenamento e do fluxo dos produtos. Para garantir uma experiência de compra satisfatória, é importante que esses aspectos estejam bem alinhados e funcionem com precisão.

Selecionamos, neste artigo, algumas boas práticas que podem ajudar nessa tarefa. Veja abaixo:

Roteirização

Com a inteligência geográfica, que usa a perspectiva geográfica nas tomadas de decisão, é possível traçar rotas de deslocamento com mais facilidade. A grande maioria das localidades, mesmo aquelas em zonas rurais, já estão mapeadas em formato digital.

Assim, é possível visualizar a localização dos clientes no mapa e planejar o roteiro mais otimizado para as viagens, de modo que as entregas sejam feitas com o máximo de aproveitamento de tempo e combustível (já que o deslocamento fica mais rápido e eficaz).

Estoque

O controle de estoque é fundamental quando se quer oferecer uma entrega ágil. Um Enterprise Resource Planning (ERP, software de gestão empresarial) pode ajudar a determinar a frequência de vendas de cada produto, o prazo de entrega dos fornecedores e até as falhas que podem afetar o atendimento da demanda.

Fornecedores

A qualidade dos fornecedores é essencial, bem como o bom relacionamento com eles. Os fornecedores devem cumprir prazos, ser flexíveis e entregar produtos de qualidade.

O relacionamento harmonioso com o fornecedor possibilita negociações vantajosas para as duas partes, o que se reflete em preços adequados para a clientela. A consequência é o aumento nas vendas, a fidelização do cliente e a obtenção de um lugar de destaque nas preferências do consumidor.

Transporte

Os serviços logísticos devem ser bem selecionados. É essencial, por exemplo, que sua atuação alcance de maneira eficiente todos os cantos que se propõe a atender. Além disso, é preciso levar em conta as características do serviço (como tempo de entrega em cada região, peso máximo admitido, seguro e outros).

Se a atividade da empresa for majoritariamente local, vale a pena usar táxis, motoboys ou bikeboys. Em muitos casos, esse serviço poderá sair mais barato e ainda tornará a entrega mais ágil, o que reforça o comprometimento da empresa com a necessidade do cliente.

Logística reversa

No ambiente virtual, a logística reversa é essencial para que o consumidor possa devolver mercadorias que não estejam de acordo com o que ele comprou. A empresa deve informar claramente as condições de devolução do produto (com prazos e situações) e calcular os custos para transformar a prática em um procedimento viável.

Entregas extraordinárias

Quando o comércio eletrônico surgiu, as entregas eram bastante problemáticas. As operações logísticas evoluíram muito em termos de estrutura nos últimos anos, e a gigante do varejo virtual, a Amazon, decidiu apostar em uma logística ainda mais agressiva.

Para reduzir a dependência dos serviços de transportadoras, a companhia providenciou uma frota própria de caminhões e descentralizou os centros de triagem para facilitar os envios. Além disso, fez parcerias com companhias aéreas e passou a experimentar outros meios de transporte (como táxis, bicicletas e até drones).

Essas medidas, tomadas com base em inteligência geográfica, facilitaram a redução dos prazos de entrega e, ainda, fizeram com que a empresa pudesse acompanhar o processo mais de perto. 

O primeiro passo do projeto foi a concepção do programa Prime — que coloca os pedidos na mão do cliente em dois dias. Em seguida, vieram o Amazon Fresh, com entregas no mesmo dia, e o Prime Now, que entrega em até duas horas em cidades grandes.

E sua empresa, já sabe como reduzir o prazo de entrega no e-commerce? Assine nossa newsletter para receber mais dicas sobre esse assunto, sempre em primeira mão.

andrezza.vieira
About me

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.