Como as ações de marketing podem usar a inteligência geográfica?


inteligência geográfica consiste em utilizar informações a respeito da localização dos clientes a seu favor. Com esses dados, é possível planejar melhor a logística, otimizar rotas e conseguir resultados mais consistentes.

Entretanto, outra área do negócio também se beneficia com essas informações: o setor de marketing. Feitas da maneira certa, as ações de marketing podem usar a inteligência geográfica para garantir não apenas mais vendas, mas também clientes mais satisfeitos.

Conheça a seguir algumas das possibilidades de uso da inteligência geográfica no marketing: o geomarketing!

Publicidade contextualizada

Da associação entre os interesses dos clientes e os dados de sua localização é possível fazer a publicidade contextualizada. Basicamente, ela tem como objetivo fazer uma oferta mais adequada à realidade, localização e perfil daquele cliente.

É o caso, por exemplo, de enviar mensagens para os clientes que estejam próximos do negócio em questão. Se a sua empresa oferece serviços de transporte, por exemplo, pode fazer sentido enviar mensagens para clientes que estejam por perto e que precisem desse tipo de serviço.

No geral, a publicidade contextualizada serve para tornar o anúncio mais personalizado, o que aumenta as chances de conversão do cliente.

Segmentação geográfica de clientes

Como visto, a segmentação geográfica de clientes é um desdobramento possível da publicidade contextualizada. A partir da identificação de onde o cliente está, é possível mostrar ofertas específicas.

Mas existem muitos outros cenários em que é possível explorar esse recurso. Imagine, por exemplo, que uma pessoa em outro país entre no site do seu negócio. Com a segmentação geográfica, é possível garantir que ele seja apresentado em inglês, por exemplo.

Mais uma vez, essa é uma forma de mostrar ofertas próximas ao cliente, ou customizadas em função de suas necessidades e desejos. Uma outra possibilidade é o uso da ferramenta SEO (Search Engine Optimization) local — ou otimização dos mecanismos de busca —, que permite que pessoas que estejam próximas encontrem mais facilmente seu negócio.

Relacionamento pós-venda

O relacionamento pós-venda é outra das áreas positivamente impactadas pela inteligência geográfica para as ações de marketing. Isso porque ela permite que o negócio tenha — como o próprio nome diz — mais inteligência em relação aos clientes.

Um exemplo de como esta inteligência atua na prática é quando se cruzam dados de vendas de acordo com o local, tornando mais fácil compreender que tipo de produto é mais comprado em cada área.

Assim, é possível traçar um perfil de consumo para cada grupo de clientes e manter um relacionamento pós-venda mais consistente. Eventualmente, essa ação estimula compras mais recorrentes e aumento no faturamento.

Fidelização de clientes

As ações de marketing também podem utilizar a inteligência geográfica para trabalhar a fidelização de clientes. Ao focar esforços em clientes que estão mais próximos, por exemplo, é possível criar parcerias mais duradouras, levando à fidelização.

Essa fidelização também está diretamente ligada ao relacionamento pós-venda. Como ele se torna mais inteligente, a satisfação dos clientes aumenta e até mesmo faz deles promotores do seu negócio.

Essa é uma boa forma de canalizar seus esforços assertivamente, de modo que seja possível fortalecer a base de clientes.

A inteligência geográfica pode ser aplicada em ações de marketing que vão desde a publicidade contextualizada e segmentação de clientes até o relacionamento pós-venda e o trabalho da fidelização. Assim, é possível atrair e converter clientes mais facilmente, além de mantê-los por mais tempo junto ao seu negócio.

Quer continuar a conhecer as possibilidades da inteligência geográfica e muito mais? Receba nossas novidades diretamente no seu e-mail!

andrezza.vieira
About me

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.