10 passos para reduzir os problemas de carregamento de carga


Uma logística de sucesso depende também de um transporte adequado. Para que isso seja possível, tudo se inicia no carregamento de carga, que é o primeiro passo para garantir que o produto chegue ao cliente.

Alguns problemas e erros, entretanto, podem comprometer todo o processo. É papel do setor logístico não apenas identificar esses problemas, mas atuar de modo a reduzi-los. Para que isso seja possível, veja 10 passos para colocar em prática:

Faça um planejamento de ações

Um bom carregamento não é algo que simplesmente acontece. Na verdade, é preciso planejar ações para evitar os problemas mais comuns, como carga danificada ou falta de otimização no processo.

Por isso, um dos hábitos deve ser o de começar a planejar as ações. Desde a seleção do veículo até o despacho da carga, o ideal é que o setor logístico tenha tudo planejado.

Isso, inclusive, ajuda o negócio a visualizar os possíveis problemas e determinar soluções antes que eles se concretizem. Ao fazer uma previsão de o que pode acontecer, é mais fácil montar um planejamento robusto.

Selecione o veículo adequado

Depois de mapear e planejar as ações a serem colocadas em prática no carregamento de carga, a próxima etapa consiste na seleção do veículo adequado. Tudo depende do tipo, da quantidade e da distância a ser percorrida.

Cargas maiores exigem veículos mais robustos, enquanto viagens mais longas ou mais perigosas necessitam dos veículos que passaram por manutenção recentemente.

Fazer essa seleção de maneira adequada evita problemas maiores, como o empenamento de chassi devido a uma carga muito pesada ou paradas imprevistas no transporte.

Realize uma distribuição de carga homogênea

A respeito do peso da carga, inclusive, um cuidado deve ser o de fazer uma distribuição homogênea do peso na hora do carregamento. Os itens mais pesados devem ficar no centro do veículo, mas é fundamental manter o equilíbrio nas extremidades.

Além disso, é importante garantir que, nessa distribuição, os materiais mais sensíveis fiquem em local de menor impacto, como na parte do meio. Esse tipo de cuidado evita que a carga ou o veículo sofram danos e melhora a efetividade do carregamento.

Otimize o espaço de carregamento

Deixar espaços vazios no caminhão, por exemplo, não apenas leva à perda da chance de aproveitar melhor a viagem que já vai se feita como coloca em risco a carga carregada. Por isso, é necessário otimizar o espaço de carregamento.

Se houver muitos espaços livres, os impactos e o próprio movimento do veículo podem fazer com que o que já fora carregado se mexa ou se choque no transporte. Além disso, é importante não fazer um carregamento além da capacidade de armazenamento para também evitar danos.

Use os equipamentos adequados

O carregamento se torna mais simples quando os equipamentos corretos são usados da maneira adequada. Um indicador de impacto, por exemplo, é de grande utilidade para entender os parâmetros de carregamento.

Em alguns casos, também dá para usar sistemas de amortecimento, empilhadeiras e outros itens que fazem parte da logística do negócio. Isso diminui o tempo necessário de carregamento e melhora seus resultados.

Faça a emissão adequada de nota fiscal

A parte fiscal também faz parte do carregamento, já que um motorista interceptado sem a documentação adequada pode resultar em transporte interrompido. No geral, o mais comum diz respeito à emissão da nota fiscal relativa ao carregamento.

Porém, em alguns casos o documento exigido é o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) no lugar da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e). Assim, é fundamental que o negócio saiba qual é a necessidade de cada caso para evitar problemas futuros.

Ofereça vale-pedágio

O vale-pedágio consiste no pagamento adiantado do pedágio, garantindo que o veículo passe sem precisar parar nas cabines específicas. Ele pode ser carregado eletronicamente de maneira fácil e planejada de acordo com cada rota a ser seguida.

Ao oferecer isso, evitam-se problemas como o veículo que é parado no pedágio e que lá fica estagnado por um longo tempo devido à falta de recursos do motorista, por exemplo. Além disso, há uma diminuição dos riscos à segurança.

Invista no rastreamento

Por falar em segurança, o rastreamento em tempo real pode ser um grande aliado para evitar problemas de carregamento. Nesse caso, um dispositivo é responsável por enviar informações de localização para a empresa, o que faz com o acompanhamento aconteça em tempo real.

Isso garante que a rota inicialmente planejada seja seguida, assim como diminui problemas relacionados a desvios ou roubos de carga. Mais do que isso, é uma solução que normalmente pode ser integrada ao sistema de gestão de frota do negócio, favorecendo a tomada de decisão dinâmica e também a melhor utilização de recursos.

Treine a equipe constantemente

Para que todas essas atitudes sejam colocadas em prática do jeito certo, um fator não pode ser ignorado: o preparo da equipe. Quanto mais treinados são os colaboradores, melhor é o resultado de carregamento.

Por isso, é fundamental se preocupar em manter a equipe sempre atualizada sobre as boas práticas de carregamento e logística. Também é benéfico oferecer treinamentos e novos conhecimentos para que toda a estratégia funcione como o planejado.

Defina e acompanhe indicadores de desempenho

Também é relevante fazer um acompanhamento do desempenho de cada veículo carregado. Para isso, recomenda-se a definição de indicadores de desempenho, como a taxa de sucesso de carregamento e o tempo médio de carregamento.

Ao fazer o cruzamento e acompanhamento dessas informações é possível otimizar todo o processo, reduzir perdas e diminuir os custos associados.

Os indicadores ideais variam de negócio para negócio e dependem da matriz de veículos, do tipo de produto e dos clientes de maneira geral. Ao final, o acompanhamento desses indicadores também é fundamental para o planejamento, reiniciando o ciclo.

O carregamento de cargas deve começar com um planejamento relevante de ações de modo que seja possível se antecipar às principais questões. Após, é preciso pensar na escolha correta do veículo e seu rastreamento, entre outros pontos importantes. Além disso, treinar a equipe e monitorar os resultados continuamente são ações que completam um carregamento de sucesso.

Coloque a sua logística em dia do jeito certo! Acompanhe a Maplink no Facebook, Twitter e LinkedIn, e não perca nenhuma novidade.

andrezza.vieira
About me

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.