Como ampliar a visão do seu negócio com a inteligência geográfica?


Com certeza, você já ouviu falar em inteligência competitiva e/ou inteligência artificial, mas inteligência geográfica pode ser ainda um termo novo para você, certo? Esse conceito ainda é pouco conhecido, mas promete mexer, positivamente, com muitos mercados por aí.

Mas, afinal, do que se trata inteligência geográfica? Basicamente, ela se baseia em usar as informações de geolocalização para otimizar negócios e parcerias comerciais de diferentes serviços.

Pense na quantidade de dispositivos que usam as informações geográficas e suas bases: Google Maps, aplicativos como o Waze, câmeras de segurança espalhadas pela cidade e configurações em redes sociais que permitem fazer check-in, são alguns exemplos.

Agora, pense como essas informações — que estão disponíveis gratuitamente — podem ser usadas pela sua empresa para alavancar o seu negócio ou até mesmo para mudar completamente a sua visão futura. Pois bem, é sobre isso que falaremos neste post. Confira!

Experiência de grandes empresas

Grandes empresas pelo mundo já se aproveitam de recursos da inteligência geográfica para melhorar o seu posicionamento no mercado.

A gigante Starbucks tem campanhas de marketing voltadas, exclusivamente, para dispositivos de geolocalização, como o Foursquare, que permitem que os clientes façam check-in em alguma loja e, em troca, participem de promoções.

Os dados gerados por meio dessas participações podem sinalizar muito a respeito do negócio. Por exemplo, é possível saber qual loja tem mais movimentação de acordo com o dia da semana e relacionar dados que podem ser responsáveis por isso, como a localização do ponto de venda e até o perfil do público atendido naquele dia.

Serviços públicos

A área da gestão púbica também pode se beneficiar da inteligência geográfica. Desde a definição do tamanho da frota de ônibus disponível até a distribuição de pontos de cabeamento de energia ou telecomunicações podem usar informações de geolocalização para nortear ações públicas.

Dados sobre a situação do trânsito podem sinalizar vias de acesso alternativas e a quantidade de coletivos necessários. Além disso, o número de pessoas que usa determinados serviços públicos pode direcionar, ainda, onde devem ser mais bem alocados os recursos.

Eficácia em operações logísticas

Empresas que têm a logística como ponto-chave de seus negócios também podem se beneficiar dos recursos de geolocalização. Por meio das informações disponíveis, pode-se fazer uma melhor distribuição da frota, traçar rotas mais inteligentes e fazer economia de combustível.

Os dispositivos de segurança e rastreamento dos veículos também podem fornecer informações importantes sobre as viagens e ajudar a analisar os tipos de serviços prestados, conseguindo identificar quais são as viagens mais caras, as mais rentáveis e até mesmo as mais seguras.

A distribuição de pontos de venda também pode ser feita de forma mais racional com o uso da inteligência geográfica. Com as análises das informações, pode-se chegar, por exemplo, à conclusão de que colocar uma loja próxima aos seus principais fornecedores traz grande economia de tempo e recursos.

A partir de agora você jamais dará check-in em alguma página ou loja sem antes pensar na quantidade de informações que você está fornecendo aos donos do negócio, não é mesmo? Entre em contato conosco e saiba como a inteligência geográfica pode revolucionar o seu negócio!

andrezza.vieira
About me

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.